Posts

Saiba como obter CERTIFICADO NACIONAL DE VACINAÇÃO COVID-19

Na medida que alguns países flexibilizam a entrada de brasileiros totalmente imunizados contra o coronavírus, você se pergunta: como emitir o certificado de vacinação de Covid-19?

O que é?
O Certificado Nacional de Vacinação COVID-19 é um documento que comprova a vacinação do cidadão contra a COVID-19. O Ministério da Saúde disponibiliza, através do Conecte SUS Cidadão, a possibilidade de o cidadão visualizar, salvar e imprimir o seu certificado.

Após a conclusão do ciclo vacinal, o registro da vacinação deverá ser inserido nos sistemas de informação integrados à Rede Nacional de Dados em Saúde. Com esses dados enviados e processados, eles são apresentados de forma automática no Conecte SUS. A partir desse momento, o cidadão poderá emitir, no serviço vacina do aplicativo ou na versão web do Conecte SUS Cidadão.

Para o viajante: Apesar de não existir uma normativa internacional publicada, alguns países estão aceitando o Certificado Nacional de Vacinação contra COVID-19 como comprovante de vacinação.

Quem pode utilizar este serviço?
Todos os cidadãos que tiveram o ciclo vacinal finalizado contra a COVID-19 e tiveram seu Registro de Imunobiológico Administrado enviado à Rede Nacional de Dados em Saúde.

• Etapas para a realização deste serviço

1. Realizar o registro ao tomar a vacina
Ao tomar a dose integral da vacina (dependendo do imunizante – duas doses ou dose única) em um Centro de Imunização ou em uma Unidade Básica de Saúde, será realizado o registro, pelo profissional responsável, em sistema de informação ou em papel.

CANAIS DE PRESTAÇÃO

O intervalo do ciclo vacinal está disponível no Plano Nacional de Operacionalização da Vacina Contra a COVID-19.

https://www.gov.br/saude/pt-br/coronavirus/vacinas/planonacional-de-operacionalizacao-da-vacina-contra-a-covid-19

ciclo vacinal está disponível no Plano Nacional de Operacionalização da Vacina Contra a COVID-19.

Tempo estimado de espera: Até 1 hora.

2. Acompanhar o registro

Você pode acompanhar o registro da vacina no sistema de informação com a equipe do estabelecimento de saúde ou Secretarias estaduais ou municipais de saúde. Certificar se os registros foram transmitidos à Rede Nacional de Dados em Saúde do Ministério da Saúde.

CANAIS DE PRESTAÇÃO

Através do aplicativo ou da versão web do Conecte SUS Cidadão:
https://conectesus.saude.gov.br/home

Aplicativo móvel:
Google Play – https://play.google.com/store/apps

Apple Store – https://apps.apple.com/br/app/apple-store/id375380948

Procedimentos de atendimento quando o sistema informatizado
se encontrar indisponível:

Fale com o Conecte SUS dentro do aplicativo ou web.

Tempo de duração da etapa: Até 10 dias úteis.

3. Certificado de emissão

No Conecte SUS Cidadão, buscar o ícone vacina > apertar o ícone vacina > ver as doses administradas > abrir o detalhamento das doses administradas > clicar no botão emissão do certificado.

CANAIS DE PRESTAÇÃO

Web: https://conectesus.saude.gov.br/home

Sobre o Certificado:
O documento poderá ser emitido nos idiomas português, inglês e espanhol e apresenta informações com dados cadastrais do vacinado (nome, data de nascimento, sexo, CPF), data e horário da emissão do certificado, dados de autenticação do certificado, e informações sobre as doses de vacinas administradas (data de aplicação, instituição responsável pela fabricação ou importação da vacina, nome da vacina, descrição da dose, lote e estabelecimento de saúde).

Autenticação do documento

No contexto de segurança, o certificado poderá ser autenticado utilizando o código de 16 dígitos e/ou QRCode apresentado no documento. No momento, este documento é válido somente em território nacional e tem validade de doze meses a partir da data de emissão.

A autenticação do documento pode ser realizada pelo leitor de QR Code do próprio APP Conecte SUS, usando as câmeras nativas do dispositivo, ou pelo site Valida Certidão:

https://validacertidao.saude.gov.br/

Este serviço é gratuito para o cidadão.

Como saber se os meus registros de vacinação já formam
enviados à RNDS/Ministério da Saúde?

Os critérios, estratégias e definição de grupos prioritários para a Campanha de Vacinação são organizados pela gestão estadual ou municipal de saúde, os responsáveis pela coleta e envio das informações para a base de dados do Ministério da Saúde.

Dessa forma, é importante verificar com o estabelecimento de saúde responsável pela aplicação da vacina se os dados já foram inseridos no sistema e enviados ao Ministério da Saúde.

O que fazer quando identificar erro de informação no meu
Certificado?

Conforme a Lei Geral de Proteção de Dados, Lei nº 13.709, de 14 de agosto de 2018, é direito do titular de dados pessoais obter, a qualquer momento e mediante requisição, a correção de dados incompletos, inexatos ou desatualizados. Os agentes pela coleta, digitação e envio dos dados ao Ministério são os responsáveis pela correção dos dados.

Para mais informações ou dúvidas sobre este serviço, acesse a seção Fale com o Conecte SUS no aplicativo ou versão web.

Fonte : Coris Seguro Viagem

Turista responsável

Nesse momento, pra quem quer viajar eu aconselho destinos nacionais e regionais.

Atente se os locais estão seguindo os protocolos de segurança e higiene, mas você também tem protocolos a serem seguidos. Respeite as normas e protocolos para prevenção e disseminação da doença.

Seja um turista responsável. Se cada um fizer a sua parte, ficará bom para todo mundo.

Conheça os Protocolos para Turista.

O turista deve:

1. Não viajar se estiver doente, se pertencer ao grupo de risco, se morar com alguém do grupo do risco, ou se esteve com alguém com COVID-19 nos últimos 14 dias;

2. Buscar informar-se sobre o local de destino antes de viajar;

3. Evitar cumprimentar com contato físico, incluindo apertar as mãos, tanto de funcionários quanto de outros turistas. A distância de segurança de, pelo menos 1 metro, deve ser respeitada sempre;

4. Caso viaje em carro particular, considere que fazer paradas ao longo do caminho para abastecer, comer ou ir ao banheiro pode colocar você e seus companheiros de viagem em contato próximo  com outras pessoas e superfícies frequentemente tocadas e potencialmente infectadas. Evite situações desnecessárias em sua viagem;

5. Verifique os sites de referência em saúde pública, estaduais e municipais, para obter informações;

6. Se estiver viajando internacionalmente, consultar o Escritório de Relações Exteriores ou o Ministério da Saúde do país;

7. Obter detalhes sobre os requisitos de entrada e restrições para viajantes que chegam, bem como testes obrigatórios ou tempo de quarentena;

8. Preparar-se para ser flexível durante sua viagem, pois restrições e políticas de saúde podem mudar antes e durante sua viagem;

9. No momento de escolher sua hospedagem opte por hotéis que priorizem sua segurança e bem estar, como por exemplo, os que aderiram ao Selo Turismo Responsável e observe se o estabelecimento está cumprindo o protocolo proposto;

 

10. Evite aglomerações nas recepções, utilize os canais on-line e faça o check-in com antecedência;

11. Utilizar máscara em todos os ambientes públicos e/ou compartilhados;

12. Cobrir o nariz e a boca com lenço ou com o braço, e não com as mãos, ao tossir ou espirrar;

13. Lavar as mãos com água e sabonete, ou utilizar álcool em gel 70%, ou outro produto, todos devidamente aprovados pela ANVISA, caso não disponha de local para lavar as mãos, após espirrar,    assoar o nariz ou tossir ou, ainda, sempre que tocar em qualquer superfície potencialmente contaminada (dinheiro, maquina de cartão, balcão do estabelecimento, corrimão, botões  de elevadores, maçanetas, telefone, computadores, aparelho celular, etc.)

14. Evitar tocar olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas ou higienizadas com álcool gel 70%;

15. Desinfetar com frequência objetos de uso pessoal (copos, celulares, etc.) com água e sabão quando possível ou, quando não for possível, utilizar uma solução desinfetante recomendada pela ANVISA para tal finalidade;

16. Não compartilhar equipamentos ou objetos pessoais com outras pessoas;

17. Evitar qualquer tipo de aglomeração;

18. Se apresentar algum sinal ou sintoma de Covid-19, evitar contato físico com outras pessoas, principalmente, idosos e doentes crônicos (e comunicar imediatamente a direção do serviço aonde    estiver hospedado);

19. Evitar tocar em paredes, balcões e outras superfícies, caso não seja possível, higienizar as mãos em seguida;

20. Observar se o estabelecimento está cumprindo o protocolo proposto;

21. Dê preferência por comida em drive-thru e serviço de restaurante em ambientes abertos;

22. Verifique se você está em dia com as vacinas de rotina, incluindo a vacina contra sarampo-caxumba-rubéola (MMR) e a vacina contra a gripe;

23. O turista também é responsável pelo controle da epidemia, não basta apenas os estabelecimentos e os locais públicos estarem adequados, seja consciente, seja um turista responsável. Caso os    protocolos de segurança não sejam cumpridos pelo estabelecimento, denuncie, ligue 136 – Disque Saúde. Faça sua parte.

 

Fonte : Mtur

MSC CRUZEIROS – Promoção Tarifa Saúde

PROMOÇÃO TARIFA SAÚDE
Elegibilidade:
– Trabalhadores da linha de frente e de back office
– doutores
– enfermeiras
– Farmacêuticos
– Aqueles que trabalham em laboratórios de pesquisa.
No momento da reserva deve ser enviado um comprovante de serviço válido: cópia do bilhete de identidade, certificado ou outro documento de identificação oficial como crachá de trabalho, CRM médico, etc.
A prova de serviço deve ser apresentada também no embarque.
Detalhes da promoção
– Validade da reserva: a oferta é válida para todas as novas reservas efetuadas de 31/08/2020 a 30/04/2021; a oferta não é retroativa;
– A oferta é válida para todos os cruzeiros com partida até 31 de dezembro de 2021 (excluindo o cruzeiro WOR) e está sujeita à disponibilidade no momento da reserva;
– A oferta está disponível para todos os mercados com exceção do programa GR e MA Restart (Retomada) aberto apenas para residentes de Schengen;
– O desconto é por cabine e aplicável apenas à parte do cruzeiro;
– O desconto pode ser cumulativo com as tarifas promocionais (promoção família e Bingo/Super Bingo) e desconto do MSC Club.
Regras de desconto
Haverá 3 níveis de desconto:
– 50% (até março de 2021 incluso)
– 30% (abril-maio ​​de 2021 incluso)
– 10% (junho-dezembro de 2021) podendo variar de acordo com a disponibilidade do cruzeiro no momento da reserva.
Informações:
WhatsApp (21)97614-0260

Atrações turísticas reabrem no Brasil e no mundo

O turismo está sendo retomado aos poucos e com uma série de restrições. Veja as principais medidas

Leia mais

Disney suspende novas vendas e anuncia outro sistema de reservas

A Walt Disney Word, em Orlando, que nesta semana anunciou seu plano de reabertura gradual, a partir de 11 de julho, anunciou hoje algumas mudanças de procedimentos

Leia mais

Bate e volta: como fazer uma viagem de carro segura quando a pandemia passar?

Os cuidados redobrados com a higiene e o uso de alguns equipamentos, como as máscaras, devem ser mantidos por um bom tempo, alerta médico

Leia mais

Velle enumera protocolos em nova realidade dos cruzeiros

Assim como em outros mercados e atividades relacionadas ao Turismo, os cruzeiros marítimos e fluviais preparam alguns protocolos de higiene e segurança para a retomada, no pós-pandemia

Leia mais

Scenic Group suspende cruzeiros fluviais e oceânicos até 31 de agosto

A decisão foi tomada a fim de preservar a segurança de passageiros e colaboradores. O grupo está oferecendo opção de crédito ou reembolso aos clientes

Leia mais

“Bolha de viagem” é tendência para a retomada do turismo

A abertura seletiva das fronteiras entre países vizinhos criaria uma zona de visita segura para viajantes e ajudaria a retomar a economia no curto prazo

Leia mais

Gramado e Canela retomam atividade turística com restrições

Gramado reabre parte dos hotéis e atrações. Em Canela, os bondinhos da Cascata do Caracol voltam com horário reduzido

Leia mais