Enoturismo no Brasil

Alguns segmentos turísticos, pelos seus próprios objetivos e perfis dos turistas, podem gerar benefícios de forma sustentável para o núcleo receptor. Como exemplo, pode-se citar o enoturismo.

Uma atividade relacionada ao vinho e que está diretamente ligada ao modo de produção local, ao conhecimento da forma como vivem as pessoas que trabalham nos locais. Pode-se destacar que um dos principais objetivos do enoturista é ver e vivenciar a realidade local. Daí,  o enoturismo ser considerado um turismo de experiência além de uma forma inovadora da preservação do patrimônio cultural a ser desenvolvido nos destinos turísticos onde se tem a produção de vinhos.

Visitas às vinícolas, aos festivais de vinho, aos espetáculos relacionados, de modo a provarem os vinhos produzidos nessas regiões, além da experiência de observar a fabricação dos vinhos, experimentar os diferentes tipos de vinhos produzidos numa determinada região, provar a gastronomia local e conhecer os costumes regionalizados é uma forma especial de entrar em contato direto com a cultura, com o meio e com a população de um local em visitação.

O enoturismo pode ser citado como um exemplo de nicho que vem possibilitando a implantação da atividade turística em regiões antes consideradas sem qualquer vocação turística.

Tendo como fator de motivação o conhecimento e o aprendizado, o enoturista respeita e promove a valorização e o interesse pelo patrimônio local, contribui para a conservação dos prédios, história, artesanato, gastronomia, entre outros.

Para se exemplificar, sugerimos roteiros de algumas vinícolas em Santa Catarina com todas as informações pertinentes a cada uma delas.

Thera  Bom Retiro, 140 km da capital, as visitações aos vinhedos e as degustações dos vinhos de produção própria acontecem às sextas-feiras, sábados e domingos. A opção também oferece um aconchegante e atrativo wine bar para quem aprecia boas bebidas.

Villa Francioni São Joaquim, 238 km da capital, oferece passeios com profissionais explicando todo o processo de produção. Sendo assim, ao final, são encaminhados a uma sala, ao lado das barricas de carvalho Francês, onde degustam 4 dos principais rótulos.

Abreu e Garcia Campo Belo do Sul, 287 km da capital, oferece degustação da cartela de vinhos, junto a pratos especiais da alta culinária produzidos na boutique Abreu Garcia. A paisagem delicada e harmoniosa dos 10 hectares de vinícola faz com que você queira sempre retornar. Em especial pela variedade de uvas cultivadas para a produção de vinhos brancos, tintos e espumantes.

Kranz Treze Tílias, 425 km da capital, essa é a responsável por diversos vinhos premiados. Entre tantos oferecimentos do local, existe a degustação infantil. Um cardápio especial com sucos produzidos no local e alimentação leve, para ganhar o gosto dos pequenos. Visitações, vista do pôr do sol e outros eventos também fazem parte da sua programação.

A Guiando sua Viagem pode organizar toda a sua viagem, para conhecer essas e outras regiões de vinícolas pelo Brasil.

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × 5 =