Buenos Aires: voos do Brasil não descerão mais no Aeroparque

A desvantagem para nós é a distância. Do Aeroparque estávamos a 8 km do Centro; agora, podendo apenas descer em Ezeiza, são 30 km

As operações internacionais do Aeroparque Jorge Newbery, o aeroporto mais central de Buenos Aires, estão encerradas. Trata-se de uma decisão tomada em 2017 pela Argentina, mas apenas agora posta em prática. O motivo da decisão é a tentativa de desafogar o pequeno terminal. Desde 1º de abril, todos os voos partindo do Brasil para Buenos Aires descem no Aeroporto Internacional Ministro Pistarini, mais conhecido como Aeroporto de Ezeiza.

Em 2018, alguns voos já tinham sido redirecionados para Ezeiza, que passa neste momento por ampliações e está mais preparado para receber fluxos maiores de passageiros.

As três companhias aéreas que voam no Brasil foram afetadas pela decisão e já estão voando para Ezeiza: a Aerolíneas Argentinas, com 60 voos semanais partindo de Curitiba, Florianópolis, Porto Alegre, Porto Seguro, São Paulo e Rio de Janeiro; a Latam, que tem 14 voos semanais partindo de São Paulo e a Gol, com 11 decolagens semanais também de São Paulo.

A mudança tem uma considerável desvantagem, que é a distância. Enquanto do Aeroparque para o centro são 8 km, do Aeroporto Ezeiza 30 km de distância.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 + vinte =