Cinco locais para fazer compras em Havana, capital de Cuba

Charutos, obras de arte e de decoração são algumas opções

Quem vai a Havana Velha geralmente quer admirar sua beleza decadente, ver os carros antigos passando pelas ruas de paralelepípedos e os prédios dos tempos da colonização espanhola, dos séculos XVI e XVII. Promovido pela Unesco a Patrimônio da Humanidade, o bairro é fotogênico, mas não é considerado um destino de compras. Mesmo assim, vale conferir alguns endereços; geralmente de propriedade de cubanos, esses estabelecimentos oferecem uma diversidade de produtos locais – desde obras de arte, joias e objetos de decoração até charutos, é claro.

1. Clandestina

A cubana Idania Del Rio, 37 anos, abriu essa loja há alguns anos, em uma rua supermovimentada da rota turística, com a intenção de oferecer lembrancinhas estilosas e alternativas às tradicionais camisetas e aos postais. Todos os itens vendidos ali têm um quê bacana, como as sacolas de estopa e algodão enfeitadas com logotipos bem coloridos. Um bom exemplo é a versão branca onde as letras azuis garrafais anunciam que “se acabó el drama”. Há também carteiras, capas para almofada e aventais. Preços a partir de um peso cubano, ou cerca de US$ 1. Villegas St, 403; clandestina.co

2. Galeria Victor Manuel

Pinturas de artistas cubanos contemporâneos decoram as paredes dessa galeria espaçosa que já foi um banho turco público – mas que não vende só quadros. Há também joias únicas, todas criadas por designers locais, como o colar de prata com um pingente circular imenso em exibição recentemente. Há também peças miúdas, como os belos umidores (caixas para armazenar charutos) entalhados em cedro. Preços a partir de quinze pesos.

Victor Manuel Gallery Foto: Eliana Aponte / NYTVictor Manuel Gallery Foto: Eliana Aponte / NYT

3. Piscolabis

Objetos de decoração criativos, feitos por artesãos cubanos a partir de itens como tinteiros, lâmpadas a óleo e frascos são o grande atrativo dessa loja/cafeteria – como o abajur cuja base é uma garrafa de ginger ale da Canada Dry. Preços a partir de um peso. San Ignacio, 75; piscolabishabana.com

4. Habana 1791

Com ares de perfumaria do século passado, essa loja charmosa que ocupa uma mansão do século XVIII é especializada em fragrâncias customizadas, femininas e masculinas. A grande atração, porém, é poder sentir os aromas mais populares da Cuba colonial, como sândalo, fumo, jasmim e rosa. Depois que o cliente define a mistura, o perfume é preparado e colocado em um dos belos recipientes feitos por artesãos locais, em uma combinação de vidro e cerâmica. Preços a partir de dez pesos. Mercaderes, 156

Habana 1791 Foto: Eliana Aponte / NYTHabana 1791 Foto: Eliana Aponte / NYT

5. Loma Del Angel

Esse hotel-butique, situado em um prédio centenário imponente, abriga uma pequena loja de acessórios femininos da grife Eulalia de Lucia que remetem ao verão e, embora produzidos em várias partes do mundo, têm como inspiração a capital cubana. Destaque para as echarpes de algodão em cores vibrantes e estampas pitorescas – mas as sandálias espadrille, os chapéus em estilo sombrero e as sacolas de viagem também são tentadores. Preços a partir de 70 pesos. Calle Cuarteles, 104; lomadelangel.com

Loma Del Angel Foto: Eliana Aponte / NYTLoma Del Angel Foto: Eliana Aponte / NYT

Fonte: https://oglobo.globo.com/boa-viagem

 

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um + cinco =