Como tirar o visto para os Estados Unidos: passo a passo

Os Estados Unidos exigem visto de brasileiros para a entrada em território norte-americano. Veja, passo a passo, como tirar o visto para os EUA

Passo 1. Determine o tipo de visto que você quer para viajar para os Estados Unidos

O visto de turista comum é o B-2. Mas existem outros tipos. Para saber mais sobre isso e verificar em qual categoria o seu visto vai se encaixar, veja detalhes no site das embaixadas e consulados dos Estados Unidos no Brasil.

Passo 2. Preencha o formulário DS-160

Vistos de turismo, estudo, negócios e outros de não-imigrantes exigem o preenchimento do formulário DS-160. Clique aqui para preencher (em inglês). Se você não fala inglês, uma dica: colocando o cursor em cima da pergunta, aparece a tradução em português.

Antes de iniciar o preenchimento, selecione a cidade onde você fará o processo de solicitação do visto (no Brasil, você pode escolher entre São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Porto Alegre e Recife) e clique em “Start an Application”. Anote o número do seu formulário e a resposta à pergunta de segurança. Certifique-se também de que possui todas as informações que serão pedidas, como passaportes (o atual e, se tiver, antigos), contato no Brasil e endereço e telefone do local onde pretende ficar nos Estados Unidos.

Preencha, nas duas primeiras páginas, seus dados pessoais: nome e sobrenome tal como estão no passaporte, outros nomes, se houver (de solteiro, por exemplo), sexo, estado civil, data e local de nascimento, nacionalidade, se você vive em um país diferente daquele de sua nacionalidade e RG ou CPF.

Na próxima página, preencha seu endereço, endereço de correspondência, telefones e e-mail. Na sequência, o formulário pede os dados do passaporte (tipo, número, data e local de emissão, data de validade e se você já perdeu ou teve um passaporte roubado) e da viagem (propósito – turismo, negócios, etc -, data estimada de chegada, tempo de permanência, endereço nos Estados Unidos e quem está pagando pela sua viagem).

Se ainda não souber o endereço de permanência nos EUA, digite “N/A” (not available, e traduzindo, não disponível). Nunca deixe o campo em branco e forneça respostas completas e corretas.

Depois, especifique se existem outras pessoas viajando com você, detalhes de viagens anteriores aos Estados Unidos, contato do local em que pretende ficar, dados dos seus pais e de parentes vivendo nos EUA, se houver, e dados de trabalho/estudos (empresa, endereço, renda mensal e descrição das atividades).

Por fim, responda a uma série de perguntas de segurança, como se você tem doenças contagiosas ou se já foi preso. O formulário também pede por informações que não dizem respeito a brasileiros, como números de documentos americanos, então se você não as tiver, escolha a opção “Does Not Apply” (não se aplica).

Qualquer erro (até mesmo de digitação) poderá resultar em reagendamento de entrevista. Fique atento ao preenchimento e salve cada etapa para evitar que a página expire e você precise reiniciar o processo.

Salvando o formulário, você pode acessá-lo mais tarde para terminar o preenchimento. Você terá a chance de revisar as informações antes de enviá-las eletronicamente.

Passo 3. Pague a taxa MRV

Todos os requerentes devem pagar pela taxa MRV no valor de U$ 160 com exceção dos que estão aplicando pelo visto A (diplomatas e funcionários de governos estrangeiros) e G (funcionários de organismos internacionais). Dependendo do visto, podem haver taxas adicionais (como no de estudante).

Se pagar com boleto, deve saber que o Consulado pode levar até três dias para confirmar o recebimento. Para mais rapidez, pague com cartão de crédito.

Passo 4. Agende a entrevista

Você deve marcar seus agendamentos no site do governo americano sobre vistos para brasileiros. São dois, um no Centro de Solicitação de Visto, para coletar as digitais e tirar foto, e outro no consulado, para entrevista – para vistos de negócios ou turismo (B1/B2), jovens menores que 16 anos e idosos maiores que 66 estão isentos.

Você pode remarcar a entrevista quantas vezes quiser.

Passo 5. Separe a documentação

Para não correr risco de perder a viagem ou ter o visto negado, cheque se você está com tudo o que precisa: passaporte (para brasileiros, deve ser válido pelo menos até o dia de retorno ao país de origem), página de confirmação do preenchimento do formulário DS-160 e página de confirmação de agendamento.

É bom também levar documentos que mostrem vínculos com o Brasil, como declaração de faculdade, comprovante de emprego, extratos bancários, imposto de renda, certidão de casamento, holerites, etc.

Passo 6. Compareça ao CASV e ao Consulado

Endereços dos CASVs:

Belo Horizonte Ed. Celta – R. Maranhão, 310 – Loja 1 – Santa Efigênia, Belo Horizonte (MG) 30150-330
Brasília Venâncio 2000 SCS, Quadra 8, Bloco B, Sala 340, Setor Comercial Sul Brasília (DF) 70333-900
Recife Comercial Bandeira – Av. Herculano Bandeira, 949, Pina, Recife (PE) 51110-130
Rio de Janeiro Lagoa Corporate – R. Humaitá, 275, Loja A – Humaitá, Rio de Janeiro (RJ) 22261-001
São Paulo Av. José Maria Whitaker, 370- Vila Mariana, São Paulo (SP) 04057-000
Porto Alegre Av. Carlos Gomes, 1501 – Tres Figueiras, Porto Alegre (RS) 90480-005

Endereços das Embaixadas e Consulados:

Brasília SES – Av. das Nações, Quadra 801, Lote 03 – Brasília (DF) 70403-900
Recife Rua Gonçalves Maia, 163 – Boa Vista – Recife (PE) 50070-060
Rio de Janeiro Av. Presidente Wilson, 147 – Castelo – Rio de Janeiro (RJ) 20030-020
São Paulo Rua Henri Dunant, 500, Chácara Santo Antônio – São Paulo (SP) 04709-110
Porto Alegre Av. Assis Brasil, 1889, Passo d’Areia – Porto Alegre (RS) 91010-004

Mais informações nos sites da Embaixada e Consulados dos EUA no Brasil e no site oficial do governo dos EUA sobre vistos para brasileiros.

Fonte: https://viagemeturismo.abril.com.br

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × quatro =